Código deÉtica

Este Código de Ética define a conduta esperada de todos os empregados, dirigentes e fornecedores da ESSENCIAL.Somos uma empresa que se orgulha em atuar de forma íntegra. Por isso, nos empenhamos em estabelecer vínculos efetivos com nossos públicos de relacionamento, prezando pela qualidade de nossos serviços e adotando práticas que contribuem para a construção de valor compartilhado. E primando pela ética que a ESSENCIAL também se orgulha de nunca ter sofrido durante toda a sua existência jurídica, sanção de suspensão ou de impedimento para participar de licitações ou declaração de inidoneidade.A ESSENCIAL cumpre todas as leis e normas vigentes, com atenção maior para as normas e regulamentos que disciplinam a atividade de segurança privada. A ESSENCIAL valoriza seus colaboradores: ao respeitar os direitos humanos e promover a diversidade social. Por isso, adota políticas e práticas de prevenção e combate a todo tipo de discriminação, preconceito e condições de trabalho indignas (como o trabalho infantil ou forçado); ao remunerar e promover colaboradores com base em critérios de meritocracia; ao garantir seus direitos de negociação coletiva e de livre associação partidária, religiosa e sindical; ao elaborar e divulgar uma Cartilha de Combate ao Assédio Moral e fazer desse assunto tema sempre presente em treinamentos de seus colaboradores e ao criar uma Comissão de Combate ao Assédio Moral. A ESSENCIAL não aceita: punir ou retaliar quem reporte em boa-fé aos canais competentes de comunicação interna a ocorrência de assédio, discriminação ou qualquer infração ao presente Código, o que geraria um clima interno de perseguição, medo e descrédito; que seus empregados e dirigentes: a) realizem negócios de interesse pessoal com base em informações da empresa ou em prejuízo das próprias responsabilidades funcionais; b) promovam a venda ou compra de mercadorias ou serviços nas dependências da empresa para não desperdiçar tempo útil e não embaraçar os colegas; c) reproduzam boatos e maledicências contra colegas, concorrentes, clientes e parceiros de negócios, gerando desconfortos, embaraços, dissabores e até retaliações contra si e contra a empresa; d) falem com a imprensa em nome da ESSENCIAL sobre ocorrências quaisquer, sem prévia autorização; e) pratiquem ou tolerem negócios ou operações que possam contribuir para a realização de atos ilícitos ou criminosos; f) disseminem conteúdos contrários aos valores e diretrizes da empresa (pornográficos, preconceituosos, ilegais, entre outros); g) usem drogas ilícitas, pondo em risco a imagem da empresa e comprometendo o desempenho funcional e o ambiente de trabalho; h) usem o nome da ESSENCIAL para obter benefícios pessoais ou vantagens para parentes ou terceiros; i) Tabalhem em outras organizações como gestor, prestador de serviço, consultor ou conselheiro, sócio, sócio-diretor ou sócio-investidor, ou cujas atividades conflitem de algum modo com as próprias atividades desenvolvidas na ESSENCIAL, seja pela sua natureza, seja pelo tempo despendido nelas, na medida em que tal situação cria dilemas e pode subtrair parte da atenção do colaborador ou dirigente. A ESSENCIAL trilha por orientar que todos os seus empregados e dirigentes evitem ou recusem jantares, presentes ou vantagens que indiretamente possam induzir a vínculos ou compromissos prejudiciais à lisura dos negócios, a não ser que as práticas de mercado exijam a troca de cortesias e que, nos limites indicados pelas normas corporativas em que atuamos referentes ao assunto, tais ações sejam previamente autorizadas pelo dirigente máximo da empresa. A regra é não aceitar nem oferecer, direta ou indiretamente, favores, dinheiro ou presentes de caráter pessoal que resultem de relacionamento funcional tendentes a afetar decisões, facilitar negócios ou beneficiar terceiros. A ESSENCIAL não compactua com corrupção ou com qualquer ato contrário à lei e à ordem, e repudia a discriminação de quem quer que seja por seu gênero, cultura ou etnia, raça ou cor, condição social, religião, idade, estado civil, orientação sexual, convicções políticas ou filosóficas, características físicas permanentes ou temporárias e pessoas com deficiência. A ESSENCIAL não tolera e repudia com total veemência: satisfazer interesses particulares em detrimento do bem comum ou contribuir para a apropriação privada de recursos públicos;; aliciar autoridades, funcionários públicos, permissionários de serviço público ou candidatos a cargos eletivos por meio de presentes ou de vantagens pessoais; demonstrar quaisquer preferências corporativas por atos e declarações de agentes governamentais, bem como fazer comentários de natureza política que comprometam a manutenção de relações que se querem exclusivamente comerciais; condicionar contribuições eventuais (patrocínios, doações, entre outros) à obtenção de benefícios indevidos para a ESSENCIAL ou terceiros em função dos efeitos prejudiciais sobre os interesses públicos e a reputação da empresa. A ESSENCIAL não utiliza mão-de-obra infantil e não adquire produtos ou serviços de fornecedores que sabidamente façam uso deste tipo de recurso, assim como daqueles que mantenham trabalhadores em condições desumanas de trabalho. A oferta e a apresentação de produtos, bens e serviços à ESSENCIAL deve assegurar informações: a) corretas, claras, precisas e ostensivas (em português); b) sobre as características essenciais do produto e orientação de uso e conservação, de forma segura; c) sobre produtos e serviços perigosos ou nocivos, constando os riscos à saúde e segurança dos consumidores; d) sobre preço, composição, prazos de validade, quantidade, qualidade, garantia e origem. A ESSENCIAL repudia publicidade enganosa ou abusiva, efetuada de forma ostensiva ou por omissão. As penalidades aplicáveis ao descumprimento deste Código de Ética serão definidas de acordo com a gravidade da ocorrência, podendo envolver advertência, suspensão, rescisão contratual por justa causa ou outras medidas cabíveis nos âmbitos cível e criminal, tudo na conformidade da legislação vigente e das normas internas da ESSENCIAL, garantido ao infrator direito ao contraditório e ampla defesa. As dúvidas e avaliações de exceções relativas aos temas do presente Código de Ética devem ser encaminhadas ao seguinte endereço eletrônico: diretoria@essencialseguranca.com.br.

Proteção o tempo todo ao seu lado